Confira 6 dicas para escolher peixes saudáveis para aquários. 

Um dos momentos mais empolgantes para quem está montando seu aquário é ir à loja e escolher o peixe. No entanto, procurar por  peixes saudáveis  é uma tarefa que deve ser feita com cuidado e conhecimento, para evitar levar para casa um animal contaminado ou doente. Pois esse descuido pode aniquilar todo o aquário.

É bem fácil evitar esse problema, basta tomar algumas simples medidas preventivas e segui-las sempre que adquirir um novo peixe.

 

1-Observe o comportamento

A primeira coisa a ser verificada no momento da compra é a natação. Se o peixe nada perfeitamente, se segue o seu cardume, se não está isolado. Outra importante ação a ser feita é dar sinal de que irá alimentá-lo. Os peixes saudáveis vêm automaticamente à superfície da água para receber o alimento que está sendo oferecido, mesmo que se trate de uma simulação.

 

2-Aparência do peixe

É extremamente importante observar o corpo do animal. Verificar se suas nadadeiras não estão roídas ou cortadas, se não estão fechadas ou encolhidas, se o peixe não possui marcas que não sejam dele, manchas avermelhadas, manchas esbranquiçadas, pontos brancos ou veludo pelo corpo, pois esses são sinais de doença. Qualquer um deles são indícios de que o peixe não está saudável.

características de peixes saudáveis - 6 dicas para escolher peixes saudáveis para aquário

Um peixe saudável apresenta suas nadadeiras inteiras e abertas.

 

3-Adaptação
Adquirir um peixe doente significa abrir possibilidades para vários prejuízos. Em primeiro lugar, a própria vida do animal, pois ao sair já adoecido de um ambiente, ele passa por um estresse muito grande por estar debilitado. Ao ser introduzido em outro aquário, ele passa por um processo de adaptação de pH e temperatura da água, além de ter que se adaptar ao ambiente do novo aquário, processo que tende a demorar de dois dias até uma semana para acontecer. E por já estar fraco, pode não suportar o estresse de transposição e morrer.

 

4-Contaminação ao novo aquário

Outro problema a se considerar é que ele pode trazer consigo bactérias e parasitas que se multiplicam e contaminam todos os outros peixes saudáveis que vivem no mesmo aquário.

 

5-Quarentena

Uma medida essencial ao adquirir um animal, por mais que ele aparente estar bem em todos os aspectos já citados anteriormente, é ter em casa uma quarentena: um aquário bem menor que o aquário principal, sem cascalho, somente com filtro e bomba de oxigênio, para deixá-lo em observação durante um período entre sete e 20 dias e verificar se não surgem sinais de bactérias ou parasitas.

Nesse aquário também é aconselhável introduzir suplementos e vitaminas a fim de aumentar a imunidade do peixe, para que, caso ele tenha alguma contaminação ou esteja debilitado, se fortaleça e fique livre das bactérias e parasitas para entrar no aquário com os demais peixes.

 

6-Comportamento estranho depois de comprado

Se quando adquirido o peixe que estava bem, parecendo saudável, depois de um tempo começar a apresentar alguma característica ou comportamento anormal, é imprescindível separá-lo dos demais em um “aquário hospital”- termo utilizado pelos aquariofilistas – para identificar a doença ou o motivo de sua debilidade. Ao identificar a causa, que pode ser bactéria, fungo ou parasita, tratar a doença com o medicamento adequado. Se for por estresse, devem ser administrados suplementos e vitaminas, tanto na alimentação quanto na água, e complementação com alimentos vivos, que são de extrema importância para aumentar a imunidade do peixe e forçá-lo a comer.

 

Outros pontos importantes

Para escolher  peixes saudáveis para o aquário é necessário levar em consideração muito mais do que sua beleza. É importante estudar toda a estrutura de que ele necessita antes de adquiri-lo, pois isso tornará a adaptação muito mais fácil e tranquila:

 

-Tentar identificar por quanto tempo este animal está na loja, pois um peixe recém-chegado já está passando pelo estresse da adaptação e mudar mais uma vez pode prejudicar muito sua saúde por ter que passar por mais uma adaptação em curto espaço período.

 

-Investigar a temperatura do aquário da loja, o pH da água e se a bateria -aquário onde está o peixe para a venda- não tem contaminante como amônia ou nitrito.

 

-Dependendo do peixe, apurar se ao chegar na loja, ele passou por quarentena e de quanto tempo ela foi. Como já dito, isso é extremamente importante para o resguardo de qualquer outro tipo de problema que possa vir a ocorrer no novo aquário.

 

Atualmente, no mercado nacional, este não é um procedimento muito comum, entretanto é uma prática frequente na Pata Mania. Nossos peixes de água salgada permanecem de 30 a 40 dias em quarentena, em observação, recebendo vitaminas e suplementos, para ganharem força e para que estejam em perfeita saúde ao serem adquiridos pelos seus novos donos.

 

Você tem alguma outra dica importante para identificar se o peixe está saudável? Compartilhe conosco nos comentários!