Conheça quais são os melhores alimentos para peixes de água salgada.

Quem acompanha o Blog da Pata Mania já deve saber que, independentemente de serem de água doce ou salgada, para que os peixes tenham cores vivas e bonitas e sejam saudáveis, é muito importante que haja variedade nos alimentos para os peixes de aquários.

As rações para peixes normalmente contêm todos os nutrientes de que eles necessitam, principalmente quando alimentados com diferentes rações, para que caso em uma delas falte algum nutriente, este seja suprido pela outra.

 

Dieta diversificada

Porém, quando os peixes em questão são de água salgada, aquariofilistas argumentam que alimentá-los apenas à base de ração, por melhores que elas sejam, pode ser insuficiente.

Em primeiro lugar, a alimentação correta depende muito do tipo de peixe que se tem no aquário. Em se tratando de peixes de água salgada em geral, uma alimentação à base de comidas congeladas e uma boa ração pode suprir perfeitamente suas necessidades nutricionais. Porém, se os peixes forem herbívoros, é importante adicionar à dieta algum preparo à base de algas, ou mesmo algas secas ou até mesmo alimentos industrializados à base de algas e phytoplankton. Se os peixes se alimentam de pólipos ou de organismos microscópicos, também é necessário produzi-los e fornecê-los.

No entanto, peixes que se alimentam de pólipos devem ser introduzidos com cautela em aquários de recife (que tenham corais), pois há um grande risco de os peixes beliscarem ou até mesmo de se alimentarem dos pólipos de corais e, com isso, perder suas colônias. Falaremos sobre peixes compatíveis com corais em outra ocasião.

Pólipos - melhores alimentos para peixes de água salgada

Pólipos podem fazer parte da dieta de peixes de água salgada.

Comida natural
O grande diferencial dos congelados sempre foi, e continua a ser,  a introdução de uma comida natural e sortida. Uma boa variedade de comidas congeladas é superior, em termos nutritivos, a qualquer comida em granulado ou flocos, e esta pode ser composta por artêmias (sejam elas recém-nascidas ou adultas),  dáfnias, mysis larva-vermelha ou krill.

Outras opções a serem oferecidas aos peixes são pedacinhos de lula, de camarão, ovas de peixe, de ouriço, amêijoa e berbigão, (ambas são uma espécie de molusco), ostras, alga nory, alface do mar (ulva lactuca), etc.

tipos-de-alimentos-para-peixes-de-água-salgada-Amêijoas

Pedacinhos de amêijoas também são ótimas opções para peixes de água salgada

 

tipos-de-alimentos-para-peixes-de-água-salgada-ostra

Em termos nutritivos, a ostra é superior a qualquer comida em granulado ou flocos

 

tipos-de-alimentos-para-peixes-de-água-salgada-alface-do-mar

Alface do mar, também conhecida como ulva lactuca, pode ser oferecida aos peixes

Como adquirir

Esses alimentos para peixes de água salgada podem ser obtidos na própria natureza, quando se está em regiões litorâneas, já que vêm do mar. Porém, existem lojas que comercializam esses alimentos congelados. No entanto, neste caso é necessário dar atenção a alguns pontos importantes, como:

-O prazo de validade da comida congelada;

-O estado da embalagem (furos ou metal a desfazer devem ser evitados a todo o custo);

Degradação por descongelamento indesejado no transporte e/ou conservação;

-O estado do congelador onde são armazenadas, (como excesso de gelo nas paredes ou má manutenção do aparelho).

 

Aspecto do alimento

O descongelamento indesejado comporta um risco razoável para a saúde dos peixes. A comida congelada, quando convenientemente descongelada, deve apresentar-se em condições. As artêmias, por exemplo, não podem estar desfeitas. Quanto mais “inteiras” estiverem e quanto menos sujo for o líquido envolvente, melhor.

 

Cuidados na manutenção

Além de verificar a validade e o estado do produto, também é importante ter alguns cuidados, com esses alimentos para peixes de água salgada, como:

-Sempre descongelar o alimento antes de dá-lo aos peixes;

-Após o descongelamento, lavar em água corrente e eliminar sempre o excesso de água (a sugestão é pequena rede  ou peneira);

-Nunca congelar/descongelar o mesmo produto mais de uma vez;

-Ao utilizar metade de um cubo, por exemplo, embalar muito bem fechado o restante;

-Não utilizar cubos que estejam ressecados ou com queimaduras do frio.

 

Versões liofilizadas

Atualmente o mercado também oferece muitos alimentos liofilizados, técnica de conservação  na qual os nutrientes do alimento não são perdidos.

A liofilização dos alimentos envolve dois métodos: congelamento e secagem. A umidade é controlada pelo processo de sublimação, que transforma a água das células diretamente do estado sólido para o gasoso. Desta forma, são ideais para produtos com elementos sensíveis ao calor, como proteínas e vitaminas, conservando suas propriedades nutritivas.

As versões liofilizadas tornam a alimentação muito mais prática e com menos riscos para a saúde dos peixes, pois elimina toda a preocupação e cuidados necessários, quando comparadas aos alimentos congelados.

 

Conclusão

O mais sensato é optar por uma utilização mista de rações e liofilizados e variar a alimentação o máximo possível, utilizando até mesmo alimentos frescos, se houver disponibilidade.

Ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão sobre alimentos para peixes de água salgada? Compartilhe sua experiência conosco nos comentários!