Para representar a Islândia em nossa  seleção de raças originárias dos países participantes da Copa do Mundo 2018, apresentamos hoje o Cão da Islândia.

 

A raça é descendente direto do Buhund norueguês, trazido à Islândia pelos colonizadores escandinavos – os Vikings – por volta de 880, no século IX  e cruzado com cães locais da Islândia. O Cão da Islândia é muito utilizado para guardar rebanhos de carneiros e cavalos. Seus nomes de origem são Islandsk Färehund ou Friaar dog, mas também é conhecido como Pastor da Islândia, Iceland Sheepdog e Iceland Dog.

 

No século XIX, a raça foi parcialmente dizimada pela cinomose, virose que afeta os órgãos respiratórios e também o sistema nervoso, e salva  por criadores islandeses e ingleses, sendo rara na França.

 

Temperamento

O Cão da Islândia é robusto, impetuoso e tem o temperamento bem marcado. Além disso é vigilante, ladrador e um bom guarda.

 

Necessita de uma educação firme e é habituado a viver em liberdade, o que faz com que a vida em apartamento seja desaconselhada, pois ele precisa de espaço e exercício.

 

De construção leve, é considerado de porte médio, com tamanho entre 41 e 47 cm, pesando de 12 a 18 kg. Também é um cão de companhia e requer uma escovação regular.

 

Conheça as características físicas do Cão da Islândia:

 

Cabeça

Possui crânio largo e um pouco abobadado. Seu stop é marcado e o focinho bastante curto. Tem as bochechas planas e os lábios apertados.

 

Olhos

São pequenos, amendoados e escuros. Suas pálpebras são pretas ou castanhas, harmonizando com  a pelagem.

 

Orelhas

Largas na base e eretas.

 

Corpo

É retangular, forte e um tanto curto, sem ser pesado. Possui pescoço forte e seco, peito largo e profundo. Seu lombo é ligeiramente levantado, a garupa curta e arredondada e o ventre bem retraído.

 

Membros

São bem musculosos e com patas ovais.

 

Cauda

Possui comprimento médio, é espessa e mantida enrolada sobre o dorso.

 

Pelo

De comprimento médio ou mais longo e subpelo espesso e macio. É sempre mais longo no pescoço, coxas e sob a cauda. É mais curto na cabeça e nas partes anteriores dos membros, além de ser bem tufado na cauda.

 

Pelagem

Branco com marcas cor de fogo, douradas e fogo claro, com as pontas pretas.

Gostou das características do Cão da Islândia? Conheça também o Terrier Preto da Rússia, raça representante dos donos da casa da Copa do Mundo 2018.