O Chihuahua é o cão que representa o México em nossa seleção de raças de cães originários dos países participantes da Copa do Mundo 2018.

 

A raça possui esse nome em homenagem à região que seria seu berço, ao norte do México e, por ser muito antiga, sua origem é incerta. Há a hipótese de ter sido introduzida pelos chineses ou, pelo que parece ser o mais coerente, por ancestrais Astecas, tais como o Techichi. Considerado sagrado e sendo o favorito dos Astecas, era consumido como alimento ou imolado no altar do sacrifício, em homenagem aos deuses. Também era conhecido por trazer felicidade ao lar.

 

Alguns Chihuahuas teriam sido levados à Espanha durante a conquista espanhola e no século XIX, sua criação foi empreendida nos Estados Unidos e a raça reconhecida pelo Kennel Club Americano em 1904, fez dele um cão disputado.

 

Chegou à Europa após a Segunda Guerra Mundial e à França em meados de 1960, onde ainda é pouco conhecido, no entanto apresenta-se em franca expansão. Em 1995, a Federação Cinológica Internacional (FCI) reconheceu um novo padrão da raça Chihuahua, tendo seu peso diminuído, com variação entre 0,5 e 3 kg. No entanto, a preferência continua sendo pelos que pesam entre 1 e 2 kg.

 

Temperamento

O Chihuahua pertence ao grupo das raças pequenas e tem de 16 a 20 cm de tamanho, sendo um dos menores cães que existem. Possui movimentos leves, é robusto, ousado, corajoso e muito vivo. É um cão de grande resistência e bastante independente, com temperamento orgulhoso e voluntarioso. Além de muito apegado ao dono, é possessivo e não suporta muito as crianças.

 

Requer educação firme pois late bastante e pode ser agressivo com estranhos, o que o torna um bom cão de alerta. Vive bem em apartamento, mas precisa de saídas diárias. Também é sensível ao frio.

 

Saúde

É imprescindível  estar atento ao estado de seus olhos e ao acúmulo de tártaro em seus dentes. Também necessita ser escovado regularmente.

 

Confira as característica físicas do Chihuahua:

 

Cabeça

É redonda como uma maçã. Possui fontanela parietal persistente e stop acentuado. Seu nariz é bastante curto e um pouco pontudo e suas bochechas são finas. Apresenta um ligeiro prognatismo, trufa muito preta ou mais clara, de acordo com sua pelagem.

 

Olhos do Chihuahua

São bem afastados, não muito proeminentes e podem ser pretos, castanhos, azuis, rubis ou luminosos.

 

Orelhas

Grande e muito afastadas. Postura reta ou em alerta, inclinada a 45° ou em repouso.

 

Corpo

Cilíndrico, compacto, mais longo do que alto. Se pescoço é redondo e bem proporcionado. Possui ombros finos e quartos posteriores musculosos.

 

Membros

Bastante curtos e finos, com pés pequenos e dedos bem separados.

 

Cauda

É moderadamente longa, portada virada sobre o dorso ou ligeiramente sobre o lado. É bem guarnecida, mas também pode ser sem pelos.

 

Pelo do Chihuahua

Uma variedade mais rara possui pelo longo e ondulado. Geralmente é curto, junto, reluzente e com um pequeno colar no pescoço.

 

Pelagem

Todas as cores e misturas são permitidas. As cores mais difundidas e apreciadas são: fulvo ou marrom, chocolate, fulvo ou marrom com riscas sombrias mais ou menos verticais sobre um fundo branco, branco creme, fulvo prateado, cinza prateado, preto e “fogo”, marcas cor de areia e preto.

 

Conhece mais alguma característica  marcante do Chihuahua? Compartilhe conosco nos comentários!

 

Confira também o Terrier Preto da Rússia, cão que representa a seleção da casa, na Copa do Mundo 2018.