Apesar de o aquarismo ser considerado uma atividade popular, é muito importante ter uma série de cuidados específicos  e conhecer as necessidades alimentares de cada espécie, para que os peixes sejam alimentados corretamente e tenham uma melhor qualidade de vida.

No entanto, podem surgir dúvidas como, por exemplo, “Quantas vezes ao dia alimentar?” “Qual a quantidade ideal?” Justamente por não reclamarem que estão com fome, é difícil para os criadores descobrirem a quantidade ideal a ser oferecida.

Desta forma, saiba como oferecer a medida adequada de alimento.

 

De acordo com o tamanho

Existem peixes herbívoros, carnívoros, onívoros e cada espécie tem sua alimentação específica, portanto a ração também é diferenciada. A quantidade varia de acordo com o tamanho do peixe: uma espécie maior necessita de uma quantidade maior, uma espécie menor necessita de uma quantidade menor.

Também é possível que o aquário tenha uma mesma espécie com peixes de tamanhos diferentes. Neste caso, as necessidades alimentares também serão de acordo com o seu tamanho. Porém, se todos tiverem o mesmo porte, não há diferença na quantidade.

 

Quantidade de ração

O ideal é oferecer ração aos peixes, no mínimo, duas vezes ao dia e, no máximo, três vezes ao dia.

Recomenda-se observar que quando dado o alimento, o peixe deve comê-lo em, no máximo, 30 segundos, pois passado este tempo, a ração fica encharcada, tende a afundar no aquário e perde algumas de suas propriedades. Além disso, perde também sua palatabilidade, fazendo com que o peixe não a queira mais.

A dica, na hora de alimentá-los é servir pequenas porções, de 30 em 30 segundos para que os peixes as comam. A partir do momento em que se passarem 30 segundos e sobrar alimento, pode-se para de servir, pois os animais estarão saciados.

ração peletizada - quantidade ideal de ração para peixes de aquário

A quantidade de ração varia de acordo com o tamanho do peixe.

 

Frequência de alimentos vivos

Os alimentos vivos podem ser dados de acordo com a possibilidade. Se o proprietário tiver maior disponibilidade de oferecer alimento vivo, nada impede que este seja dado todos os dias. No entanto, pelo menos duas ou três vezes por semana é essencial que seja oferecido, para que o peixe tenha um bom complemento.

tubifex - quantidade ideal de ração para peixes de aquário

Alimentos vivos, como tubifex, devem ser oferecidos, ao menos, duas vezes por semana.

Com fome ou satisfeito?

O peixe está satisfeito quando passa pelo alimento, seja ele vivo ou industrializado, e não tem mais interesse. Quando servido, ele se alimenta, porém chega um momento em que ele o rejeita por não estar mais com apetite.

Quando tem fome, assim que avista seu tratador (pois o peixe identifica quem o alimenta), fica muito exaltado e nada agitadamente.

 

Alimento em excesso

Existem peixes que não sabem dosar a quantidade e comem de forma fora do comum, e alimentá-los demasiadamente pode causar malefícios à sua saúde. O problema é sério, pois o animal pode ter um crescimento exagerado, não só no tamanho, mas também em gordura, tornando-se obeso e, com isso, acumular gordura no fígado, o que pode ocasionar a sua morte.

Outro ponto a ressaltar também é que quando alimenta-se demais o peixe, aumenta-se a tendência de ele sujar mais a água. Com isso, acaba sendo necessária uma manutenção maior, com trocas de água e elementos filtrantes com mais frequência, para que a água esteja sempre limpa e saudável para o peixe.

 

Cuidados ao servir

Ao oferecer alimento aos peixes, alguns cuidados se fazem necessários. O primeiro cuidado que deve-se ter é a higiene das mãos. Elas devem ser lavadas com sabão e bem enxaguadas para não haver contaminação do sabão e nem contaminação por bactérias.

O segundo cuidado é desligar todo e qualquer sistema de circulação, movimentação e filtragem  do aquário, para que a água fique o mais parada possível e não deixe que a ração venha a encharcar e se dissolver com rapidez.

E o terceiro e último cuidado é sempre que tiver mais de uma espécie num mesmo aquário, tentar servir a ração separadamente: para as espécies e peixes maiores de um lado e para as espécies e peixes menores do outro.

lavar bem as mãos - quantidade ideal de ração para peixes de aquário

As mãos devem ser lavadas bem lavadas para não contaminarem a ração.

Sobra de alimento

As sobras devem ser evitadas ao máximo, pois podem prejudicar a qualidade da água, o que por consequência demandará sua troca, além da limpeza do aquário e do filtro com mais frequência.

Caso haja sobras, é necessário que elas sejam retiradas o mais rápido possível com uma redinha, peneira ou copo, para que não se dissolva e suje a água.

 

Qualidade

 Entre as dicas sobre ração para peixes de aquário, uma importante a ser seguida é optar por alimentos de boas marcas, pois rações de baixa qualidade fazem com que os peixes consumam mais, já que possuem poucos nutrientes, e defequem mais. Com isso, pode haver prejuízo, pois torna o peixe mais debilitado e com deficiência nutricional, e um trabalho maior com limpeza, além de mais gastos com sistema de filtragem.

Ainda tem dúvidas sobre a quantidade de ração para peixes de aquário? Compartilhe nos comentários e nós responderemos para você!