Entramos no inverno e, com a queda de temperatura, os pets também necessitam de um cuidado maior para se aquecerem. Isso não é diferente com a calopsita no frio.

É possível proteger cães e gatos com o uso de roupinhas, cobertores, caminhas mais quentes, mas o que os tutores de aves, como calopsitas, podem fazer nos dias mais frios? 

Para acabar com essa dúvida, selecionamos algumas informações sobre a calopsita no frio e como mantê-la aquecida durante o inverno.

 

Penas e plumas

Apesar das penas e de sua plumagem natural, as calopsitas sentem frio, sim. Pois, ao contrário do que a maioria das pessoas acha, as penas não aquecem a ave, são apenas um isolamento térmico, portanto somente mantêm a temperatura e se ela está com a temperatura baixa, as penas não conseguem gerar calor ou resfriá-la.

 

Ave de clima quente

A calopsita é uma ave da família dos psitacídeos, originária da Austrália, onde o clima é quente, e as temperaturas são altas, por isso é muito importante ter um cuidado especial no inverno e em dias chuvosos e de ventania.

 

Como saber se a calopsita está com frio

Dá para identificar quando a calopsita está sentindo frio, basta estar atento ao seu comportamento. Suas penas ficam eriçadas e ela fica em posição de dormir, ou seja, encorujada com a cabeça embaixo da asa, preferindo o chão da gaiola ao poleiro.

A calopsita no frio, quando não é bem cuidada, pode perder o apetite, ter baixa na imunidade e até mesmo doenças respiratórias, como broncopneumonia e inflamação nos sacos aéreos, podendo, inclusive vir a óbito.

 

Dicas para manter aquecida a calopsita no frio

Confira algumas orientações para manter sua calopsita aquecida durante o inverno.

 

Evitar banheiras

Evite colocar banheiras para as calopsitas se banharem nesse período. Entretanto, caso seja necessário, a dica é colocar sempre no período mais quente do dia para que elas se sequem rapidamente, pois com as penas úmidas, a ave pode perder a temperatura facilmente, além de resultar em fungos tanto na penas quanto em sua pele.

 

Banho de sol

O banho de sol permite que a ave se aqueça naturalmente durante o dia e é extremamente necessário, principalmente no inverno, pois sintetiza a vitamina D, retira umidade das penas e melhora o humor da ave.

O indicado é 15 a 20 minutos, podendo ser pela manhã ou à tarde, e se houver possibilidade, nos dois períodos.

 

Artigos Relacionados

 

Aquecedor

Durante a noite, é possível utilizar lâmpadas de cerâmica, que não emitem luz –  apenas calor –  e não retiram a umidade do ar; ou aquecedores convencionais. Entretanto estes nunca devem ser à base de combustão, como querosene ou qualquer outro óleo, pois são extremamente prejudiciais à ave.

E caso sejam elétricos, que fiquem a uma distância bem segura das aves e, de preferência, junto a uma bacia de água para conservar uma certa umidade no ambiente.

 

Alimentação

Assim como os humanos, no inverno, as calopsitas têm maior gasto energético para manterem a temperatura do corpo. Desta forma, além de tudo o que as calopsitas comem, é essencial melhorar ainda mais a alimentação, oferecendo mais variedade de sementes, verduras, frutas e farinhadas que contenham proteínas e minerais.

Também é importante oferecer alimentos com maior grau de calorias como os carboidratos (milho, batata doce cozida e  saladinhas reforçadas) e, inclusive dependendo da região brasileira, é interessante reforçar a vitamina C para aumentar a imunidade nesse período, para isso, a dica é oferecer alimentos que contenham a vitamina, como mamão, pimentão, brócolis, couve-flor, laranja, melão, agrião e rúcula.

Alimentação reforçada - Calopsita no frio: como manter a ave aquecida

No inverno, é essencial melhorar a alimentação da ave, oferecendo mais variedade de sementes, verduras, frutas e farinhadas que contenham proteínas e minerais.

 

Proteção

Também é muito importante proteger o local onde a ave fica, mantendo seu recinto em locais sem corrente de ar ou friagem e, se possível, dentro de casa.

Uma dica é utilizar capas ou toalhas para cobrir a gaiola, mas sempre deixando um espaço para entrar claridade.

 

Manter a umidade

Normalmente, nas estações mais frias, a umidade do ar também baixa, fato que pode aumentar os riscos de infecções respiratórias. Desta forma, para evitar o problema, é possível utilizar um umidificador de ambiente ou até mesmo um copo com água próximo ao recinto da calopsita.

 

Não utilizar roupinhas na calopsita no frio

É importante salientar que não se deve utilizar roupinhas na ave, pois além de fazer com que ela fique bicando o tecido, pode acarretar estresse e ainda fazer com que ela se enrosque nos poleiros ou na grade da gaiola, ocasionando sérios acidentes.

Caso o tutor perceba mudança de comportamento na calopsita, é fundamental que procure por um veterinário para saber, com certeza, o que pode estar causando o problema e como tratá-lo.

 

Quer mais orientações sobre a calopsita no frio? Deixe seu comentário ou compartilhe conosco o que você faz para sua ave se manter aquecida. Você pode ajudar outros tutores com suas dicas!

 

Colaboração: Sandra Tiemi Yabuuti

Sandra é de Palmas (TO), atualmente é tutora de 36 aves (14 calopsitas e 22 periquitos australianos) e gerencia no Instagram o perfil Kiko e Aurora e turminha e no Facebook a fanpage Periquito Australiano.

Cadastre-se em nossa newsletter