Qual é a relação entre coronavírus e calopsita? Será que a ave transmite ou pega a doença?

Coronavírus e pets é um assunto que realmente gera dúvidas em tutores e apaixonados por animais, já que a pandemia da covid-19 mudou totalmente nossa forma de viver, ainda que saibamos que tudo isso há de passar.

Por isso, separamos algumas informações importantes que podem ajudar, tanto os apaixonados por pets quanto tutores, a entender melhor como é a relação coronavírus e calopsita, ou seja,  da doença com os animais de estimação.

 

Artigos Relacionados

 

Coronavírus em animais

O coronavírus que acomete cães e gatos é diferente do covid-19, ou seja, não é transmitido aos seres humanos, da mesma forma que a covid-19 não é transmitido para cães e gatos.

Os sintomas também são diferentes nos animais e nos seres humanos. O coronavírus canino causa diarreia em cães e a coronavirose, como é chamada a doença, não requer muitos cuidados e pode ser combatida com a vacina conhecida como V8 ou V10.

O coronavírus felino causa a peritonite infecciosa felina (PIF) – inflamação da membrana que reveste a parede abdominal e cobre os órgãos abdominais e não existe vacina para combatê-lo, porém esta uma doença restrita dos gatos.

Já a covid-19, coronavírus nos humanos, compromete o sistema respiratório, e tem como sintomas: tosse, coriza, febre alta, dor de garganta e dificuldade para respirar.

 

Coronavírus e calopsita: a ave transmite a covid-19?

Afinal, a calopsita transmite ou pega a doença?

Os psitacídeos não são nem portadores e nem vetores da covid-19, pois são sistemas completamente diferentes.

As doenças são transmitidas de aves para aves. É muito difícil a transmissão de doenças de seres humanos para aves ou vice-versa. 

Para entender melhor essa relação, é necessário pensar que quanto mais próximo for o “parentesco” entre os animais, maior a chance de transmissão de doenças entre eles, ou seja: de ave para ave, de gato para gato, cão para cão, assim como de humano para humano.

Portanto, na relação coronavírus e calopsita, a ave não pega e nem transmite a covid-19.

 

parentesco entre os animais - Coronavírus e Calopsita: ave transmite ou pega a doença?

Quanto mais próximo for o “parentesco” entre os animais, maior a chance de transmissão de doenças entre eles, ou seja: de ave para ave, de gato para gato, cão para cão, assim como de humano para humano.

 

Cuidados de higiene

Além do objetivo de manter a calopsita saudável, os cuidados de higiene – sempre citados em nossos artigos sobre psitacídeos – são essenciais para que não haja transmissão de doenças de uma ave para outra, principalmente quando o tutor tem mais de uma ave, mas não para que a doença não seja transmitida para o ser humano.

Desta forma, podemos então afirmar que não existem registros de covid-19 em aves domésticas.

Quer saber mais sobre coronavírus e calopsita ou tem alguma dúvida sobre a relação da covid-19 com os pets? Deixe seu comentário. Ficaremos muito satisfeitos em poder ajudar!

 

Cadastre-se em nossa newsletter